PARTICIPE

O que você achou do site do SINEPE/SC?






/ NotÍcias A+   A-

Pesquisa sobre estresse rende prêmio nacional a pós-graduanda da afiliada Unesc

24/08/2012

Afiliada ao Sinepe/SC, a Unesc  ganha destaque com a premiação de uma de suas alunas. Segue relato publicado hoje no Diário Catarinense:

24 de agosto de 2012 | N° 9641

BRILHO NACIONAL

Catarinense ganha destaque em ciência

Pesquisa sobre estresse rende prêmio nacional a pós-graduanda da Unesc

Daqui a um mês, a pesquisadora em neurociência Gislaine Zilli Réus, 26 anos, estará no Palácio da Guanabara, no Rio de Janeiro, para ter seu trabalho reconhecida em território nacional.

Ela foi uma das sete ganhadoras do Prêmio L’Oreal/ABC/Unesco 2012, que destaca o papel das mulheres que desbravam o universo da ciência. Ela ganhará uma bolsa de pesquisas no valor de US$ 20 mil.

Gislaine, pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade do Extremo Sul (Unesc), em Criciúma, é uma das vencedoras mais jovens. A média de idade das premiadas varia entre 30 e 36 anos.

– A L’Oreal me ligou várias vezes para confirmar minha idade – contou Gislaine, que é de Içara. Ela explicou que saiu da graduação direto para o doutorado e agora está no pós-doutorado.

O tema do prêmio deste ano é sustentabilidade, e Gislaine foi premiada na área de Ciências Biológicas com a pesquisa “Investigação do impacto do fenótipo ansioso sobre a resposta ao estresse”, que estuda a relação entre ansiedade e depressão.

– Ansiedade e depressão comprometem de 10% a 15% da população mundial e isso afeta diretamente o mercado de trabalho e, consequentemente, a economia – adiantou.

O trabalho de Gislaine consiste em submeter animais que apresentam um quadro de ansiedade ao estresse e com isso identificar se eles desenvolvem outros tipos de doenças ou transtornos, como a depressão.

Esta é a primeira vez que a pesquisadora, que está na Unesc há oito anos, ganha este prêmio. A universidade, porém, ganhou pelo quarto ano consecutivo. A Unesc é a única instituição comunitária a estar na premiação. As outras seis instituições são federais.

– Isso demonstra o reconhecimento de um trabalho muito bom que fazemos aqui, que não deixa a dever a nenhuma universidade federal – ressaltou a pesquisadora.

GISLAINE ZILLI RÉUS, Pós-doutoranda em neurociência:

"Minha pesquisa estuda a relação entre a ansiedade e a depressão, que comprometem até 15% da população mundial e afetam diretamente o mercado de trabalho."

guilherme.lira@diario.com.br

GUILHERME LIRA

Bookmark and Share imprimir
ACESSE


NEWSLETTER

Receba todas as novidades do SINEPE/SC via e-mail